Evolução das Embalagens Metálicas no Japão

Este mês eu queria destacar alguns desenvolvimentos recentes de embalagens do Japão. O aspecto fascinante dos Japoneses é, que incorporam as técnicas, tecnologias e visão ambiental mais modernas e ainda são capazes de preservar a imagem típica histórica e natural de sua sociedade, a criação de embalagens modernas, mas com um olhar nostálgico e sentimento. Verdadeiramente impressionante.

Eu escolho ter um olhar mais atento nas embalagens metálicas que são na maioria das vezes significativamente diferentes em design e estrutura das geralmente comuns nos EUA e na Europa. É na Europa e nos EUA que a lata de alumínio domina o mercado de bebidas, no Japão é a lata de aço de 2 e 3 peças.

Eu começo com o líder dos fabricantes de latas de bebidas do Japão Toyo Seikan Kaisha, que ganhou o Can of the Year 2011 (Lata do ano de 2011), com um recipiente fabricado com técnicas que tanto reduz significativamente o impacto ambiental como a utilização dos recursos.
O marca de café Birdy pronto para beber foi lançado no mercado de bebidas crescente tailandesa usando a 200ml sTULC lata da Toyo Seikan, um desenvolvimento das latas TULC que têm sido utilizadas no mercado japonês de cerveja e de bebidas há quase 20 anos.

É feito de aço laminado de poliéster com um sistema de formação da lata à seco “dry-DWI” (drawn and wall ironed = elaboração da parede de ferro) que requer menos lubrificantes, produtos químicos para lavar, sem revestimentos internos extras e sem água residual de processo, em comparação com o convencional processo de latas DWI (drawn and wall ironed = elaboração da parede de ferro).

Comparado com os cafés enlatados vendidos em grandes volumes no mercado japonês, a lata Birdy da Ajinomoto Ltda (Tailândia) é também 30% mais leve e seu substrato de aço permite o uso de sistemas “tapping” com controle de qualidade.

Vamos olhar para os termos técnicos utilizados. TULC significa Toyo Ultimate Can, enquanto sTULC é a versão de aço e aTULC a versão de alumínio. Dry-DWI significa um processo seco comparado ao convencional drawn-and-wall-ironed (= elaboração da parede de ferro) em latas de duas peças.
Serão mencionadas algumas palavras para ilustrar os processos de fabrcação de latas:

Processo de fabricação de TULC
TULC (Toyo ULtimate Can) é uma lata de 2-peças que constitui melhorias drásticas para a protecção do ambiente, que foram obtidas através da revisão dos fundamentos das propriedades dos materiais e processos de fabricação. TFS, aço livre de estanho, laminado com filme de PET nas superfícies interiores e exteriores, é transformado em copos, semelhantes as latas processadas pelo sistema DWI. Então, é desenhada/elaborada, esticada e passada para reduzir a espessura das paredes laterais do corpo da lata pelo processo: stretch-draw-ironing (desenhar/elaborar – esticar – passar). No entanto, ao contrário das latas DWI, não há refrigeração (lubrificante) que é usada durante o processo de formação do corpo da lata, eliminando assim a necessidade de refrigeração da lavagem e tratamento de águas residuais. Devido a camada interna de PET, o revestimento de verniz por dentro não é necessário, portanto, reduz significativamente as emissões de CO2, um subproduto do processo interno de cura da laca.

Processo de fabricação de 2 peças (TULC)

1. Desbobinar – Desbobina a bobina para a alimentação da Prensa de lata.
2. Prensagem das latas – A bobina é prensada formando o copo (Formação do Copo)
3. Formação das latas – Os círculos são esticados, passados sendo redesenhados, pois forma o corpo e fundo da lata (Formação do corpo e fundo da lata)
4. Forno de aquecimento – Desfaz as distorções do filme de PET por calor.
5. Aparador – Apara a borda superiores das latas para que todas fiquem na mesma altura e verificam se há furos. (Formação da borda e checagem de furos)
6. Imprimir – A impressora imprimi a arte desejada na superficie exterior e aplica verniz. ( Impressão)
7. Forno de Cura – As latas são alinhadas e passam por um forno de cura da tinta.
8. Formação do Pescoço e flange – A lata sofre a moldagem do pescoço e do perfil da borda para o encaixe da tampa.
9. Máquina de Inspeção – Inspeção de defeitos nas superficie exterior e interior da lata.
10. Paletizador – As latas são colocadas em cargas nos palete em embalagens de shrink.

Como as latas convencionais são passadas DWI
O material na forma de um copo é perfurado, usando uma luva de soco, através de um conjunto de anéis de passar. Empurrando o copo na abertura estreita entre a manga de soco e moldes de passar forma o copo, assim as paredes do copo ficam mais finas e mais extrudadas, no interior da lata. Resfrigeração é pulverizada, a fim de lubrificar e resfriar as ferramentas e materiais durante este processo, portanto, a lavagem é necessária após a moldagem.

Passando latas DWI

Alongamento e passando de TULC
“Alongar passar e desenhar”, um método de moldagem desenvolvido a partir do processo da “tensão e flexão”, é usado para passar materiais, enquanto aplicando uma tensão em retorno. Um laminado do PET filme funciona como lubrificante para permitir a moldagem sem o uso de refrigeração, permitindo uma diminuição do uso de material, e, assim, reduzir os encargos ambientais.

Alongamento e passando de TULC

Daiwa Can Company no The Summit Canmaker
O segundo exemplo é de um outro líder japonês em fabricação de latas, Daiwa Can Company. Uma garrafa de metal projetada com precisão se assemelha a uma garrafa de vinho tradicional que chamou a atenção dos participantes da Canmaker Summit em Istambul, que votaram nela para ganhar o prêmio da Escolha de latas do ano de 2011.

A garrafa/lata da Daiwa para vinho, para a marca do enólogo Petit Monteria da Monde Shuzo, é uma garrafa de duas peças revestida com poliéster, incorporar um corpo mais esbelto e uma forma de ombro sob medida para imitar garrafas de vinho tradicionalmente utilizadas para vinhos da região Bordeaux da França.

Daiwa Can Company foi a primeira empresa a introduzir garrafas metais com tampas invioláveis em 2000. As garrafas-latas da Daiwa têm sido um enorme sucesso comercial no Japão, em uma ampla variedade de mercados finais. A gama Daiwa atualmente inclui diversos tipos de produtos.

A 170ml WORC (wide open re-selável lata) é uma garrafa de 3 peças de aço laminado, com pescoço e rosca com um fecho de alumínio de grande diâmetro. A garrafa de metal pode ser cheia quente, pasteurizada ou esterilizada pelo calor. As garrafas cheias são, então, costuradas duplas, com um final de 52 milímetros de diâmetro para alimentos. Linhas de latas para alimentos podem ser adaptadas para executar este tipo de embalagem.

A alternativa é o, o que é chamado de New Bottle, uma garrafa de três peças de alumínio laminado em 290 a 500ml. As garrafas/latas são leves, têm uma barreira completa contra oxigênio, bactérias e luz, oferecem vida útil longa e são infinitamente 100% reciclável. Um alto grau de diferenciação e valor acrescentado é criado através de impressão, tanto no corpo da garrafa/lata bem como no encerramento.
Garrafas/latas são adequadas para os mercados pronto-a-beber, como café, chá, sopa, vinho, cerveja, bebidas funcionais e refrigerantes.

O interessante é que Daiwa também melhorou o desenho das tampas de metal.
Ao reduzir o número de saliências do padrão 23 a17, a parte superior das tampas de metal têm maior concavidade e convexidade, o que reduz o deslizamento na ponta dos dedos ao abrir a lata e reforça o aperto global. Além disso as tampas têm 34 linhas de talão para aderência forçada dos dedos.

Até agora, os desenvolvimentos recentes na fabricação de latas de metal. Mas há mais.

Um dos aspectos atraentes do mercado de bebidas japonesa é a vontade evidente das empresas de bens de consumo se envolverem em técnicas de impressão sofisticadas, resultando em latas de bebidas mais lindas que eu já vi. Apenas alguns exemplos no próximo artigo.

Obs. Todas as imagens cortesia Toyo Seikan e Daiwa Can.

2 Respostas para “Evolução das Embalagens Metálicas no Japão

  1. Excelente artigo, gostaria de saber mais e também mostrar aos meus alunos todos estes processos.
    Bernardo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s