Deep Grip – Nova Geração das Garrafas Grandes com Asas

Todo mundo está bem familiarizado com as garrafas grandes com asas ou pegadores grandes. Poucos sabem que os desenhos das asas em geral são incompatíveis com o PET, devido a dificuldade de moldagem por sopro em volta para formar a alça. A alça ou punho são muitas vezes fabricados separadamente com um material diferente do que PET (muitas vezes de PP) e, mais tarde inseridos no molde da garrafa ou recipiente em torno do qual a garrafa PET é moldada por sopro. Este é um processo difícil de executar, tanto é que uma das etapas mais difíceis é ter a certeza de que a alça será perfeitamente colocada dentro do molde. Se isso não for feito corretamente ou se o material não for aquecido corretemente, você não vai “capturar” a alça ou você vai perfurar o material.
O processo também exige a instalação de uma máquina de moldagem especialmente construída para o reaquecimento/sopro.

No final de 2008 Langer Juice Co. do Canadá começou a comercializar seus jarros de PET de 3 litros com alças de PP auto-anexadas, desenvolvidas pela Plastic Engineering Technologies (Tecnologias em Engenharia de Plásticos), no Canadá.
Naquele momento era o único a criar garrafas PET incorporando uma alça de polipropileno que era inserida no molde, e o recipiente era esticado para ser moldado por sopro em torno dele.
Os recipientes vazios pesavam 105 g, e as alças de PP pesavam 20 g. A nova embalagem  de peso leve reciclável foi projetada para aumentar a oferta de Langer de garrafas leves e eco-friendly (ecologicamente amigáveis).

Isso foi para sucos, ninguém tinha sido capaz de criar comercialmente uma garrafa de PET com alça para bebidas alcoólicas devido a dificuldade de moldagem por sopro em torno de uma alça. Mas um esforço em desenvolvimento durante dois anos entre McCormick e Amcor alcançou o sucesso, garantindo uma alça sólida de polipropileno extrudada colocada perfeitamente em um molde.

Em março de 2008 a Companhia de Destilação McCormick (McCormick Distilling Co) introduziu sua garrafa de 1,75 litros elaborada pela empresa Amcor PET Packaging, a primeira garrafa de PET comercial para licor com uma alça embutida. Apesar das grandes garrafas de PET com alças para sucos terem aparecido no mercado vários anos antes, as escolhas para as garrafas de licor com alças ficavam limitadas ao vidro ou cloreto de polivinila.

Embora tecnicamente viável, essa solução, devido à sua fabricação arriscada e relativamente cara, não satisfez. Era de se esperar que a qualquer dia surgisse um processo inovador para melhorar as alças dos recipientes de grandes dimensões e que permitisse uma manipulação mais fácil possibilitando que as garrafas fossem agarradas de maneira a executar a sua função de servir. E assim foi.

Com uma colaboração entre a divisão européia da Plastic Technologies Inc. (PTI) (Incorporação de Tecnologias de Plástico), a Sidel fabricante francês de máquinas, e a empresa de bens de consumo Procter & Gamble (P&G) surgiu o que eles chamaram de Deep Grip (Alça Profunda).

Trabalhando com equipamento de moldagem de injeção e estiramento por sopro (injection stretch blow moulding – ISBM), as novas embalagens oferecem profundidades de alças de mais de 1 polegada (2,54 cm) em cada lado com uma espessura de menos que 0,01 polegadas (0,25 mm). A tecnologia Deep Grip (Alça Profunda) proporciona flexibilidade, forma e diâmetro no lugar onde se agarra, e pode ser usada em recipientes tão grandes como de 6 litros ou 1.5 galões, e com diâmetros de 220 mm ou 8,6 polegadas.

Alça Profunda cria uma alça para o consumidor que é profunda o suficiente de modo que uma mão de tamanho médio possa fechar completamente ao redor e ainda não ter os dedos da pessoa que está segurando a garrafa encostados na parede do recipiente. Permite que os consumidores derramem líquidos facilmente de recipientes que servem mais de um produto.

As garrafas e as suas alças embutidas são feitas da mesma matéria-prima em equipamentos da Sidel em um processo de duas etapas. As garrafas são feitas via convencional moldagem por sopro, e então um processo de embutir secundário na mesma máquina forma a alça. O processo ISBM cria uma alça com a ligação do punho localizado onde seria o buraco em garrafas com alças tradicionais.

O desenvolvimento é um dos primeiros processos para alças comercialmente viáveis  que aproveitam as vantagens de ISBM. A injeção de moldagem e o estiramento por sopro oferecem vários benefícios em comparação com o processo de moldagem a extrusão por sopro, que é normalmente utilizado para produzir garrafas com alças. Em comparação com a extrusão de moldagem por sopro, ISBM permite um peso mais leve, maior produção por cavidade, benefícios mecânicos (topo/lado de carga, queda e resistência a fluir) e tamanhos menores de equipamentos. O peso leve (20-25%) é possível porque, além da funcionalidade, a geometria do punho também oferece benefícios estruturais que permitem uma redução no peso da garrafa.

O processo ISBM é aplicável a uma ampla gama de polímeros para garrafas, como polietileno tereftalado (PET), polietileno de alta densidade (PEAD), polipropileno bi-orientado (BOPP), o ácido poliláctico (PLA) e outros.

Os mercados iniciais para os recipientes de alça profunda são garrafas de detergentes, recipientes de detergentes domésticos, óleos comestíveis, leite e recipientes de óleo de motor, mamadeiras e embalagens para bebidas não-carbonatadas, como sucos, chás prontos para beber e águas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s