Países Emergentes Impulsionam o Crescimento de Embalagens PET

Ásia-Pacífico, América do Sul e do Médio Oriente e África verá o maior crescimento no consumo de embalagens PET para 2015, enquanto os mercados maduros, como América do Norte e Europa Ocidental não passam 1 ou 2%, de acordo com nova pesquisa da Pira International.

Pira espera que a taxa de crescimento média global para o período 2010-2015 será 4,8%, atingindo 14,5 milhões de toneladas.

Segundo Pira, o aumento da renda real nos mercados emergentes e em desenvolvimento da Ásia-Pacífico, Europa Oriental e América do Sul será o principal motor de crescimento para embalagens PET ao longo dos cinco anos até 2015. As principais influências demográficas sobre o crescimento global das embalagens de PET inclui o rápido crescimento das populações na Ásia-Pacífico, Europa Oriental e América do Sul.

O PET é largamente utilizado para a produção de garrafas para bebidas carbonatadas (refrigerantes), água mineral, chá pronto para beber, sucos e bebidas energéticas. Ele também é usado na fabricação de embalagens para alimentos, detergentes, cosméticos e produtos farmacêuticos, e em aplicações de termoformagem.

O crescimento no mercado de embalagens PET tem sido reduzida desde 2008, como resultado da recessão económica mundial. Os consumidores reduziram seus gastos, incluindo a compra de alguns produtos de bebida embalada. O crescimento do mercado de embalagens PET em termos de toneladas também tem sido prejudicado pela tendência das garrafas PET serem leves. Por exemplo, o peso médio de uma garrafa de PET de 500ml de água mineral reduziu em cerca de um terço durante o período 2003-08. Pira acredita que a tendência de garrafas PET leves continuarão.

A desaceleração na demanda por refrigerantes e água mineral em países desenvolvidos, e da maturidade do mercado nestes setores chaves da utilização final, é também  o que trava o crescimento das embalagens PET. O crescente uso do conteúdo PET reciclado em garrafas de bebidas está substituindo o material virgem. É improvável que entre 2010-2015 a embalagem PET vai registrar taxas de crescimento similares àquele observado entre 2000 e 2007, mas oportunidades de crescimento permanecem. As garrafas PET barreira e frascos de suco, leite, chá, cerveja, vinho e comida estão previstos para registrar um forte crescimento durante o período de 2010-15 de acordo com a Pira. Os países em desenvolvimento da Ásia-Pacífico, América do Sul e da Europa Oriental também irão mostrar maior crescimento para embalagens PET, como resultado do crescimento da renda real e na substituição de formatos de embalagem tradicional por garrafas PET.

Segundo Pira, refrigerantes gaseificados são a maioria do setor na utilização final de embalagens PET, o que representa uma quota de 35,9% em 2010. A água engarrafada é a segunda maior do setor na utilização final de embalagens PET, com 33,8% em 2010.

A água engarrafada tem previsão de ultrapassar refrigerantes como o maior setor da utilização final de embalagens PET prevista para o período 2010-15. Outras bebidas não alcoólicas, tais como bebidas funcionais, bebidas lácteas e chá pronto para beber e café, também deverão crescer a uma taxa maior do que o consumo de embalagens PET como um todo. Pira estima que há também boas oportunidades de crescimento para garrafas barreira e potes para alimentos e termoformagem.

O desenvolvimento de garrafas PET com propriedades de barreira a gás apresenta uma grande oportunidade de mercado para produtores de pré-formas e de garrafas PET durante o período de 2015. Segundo Pira, garrafas PET barreira está previsto para crescer a uma taxa significativamente maior do que a embalagem PET como um todo. Cerveja, vinho, sucos, laticínios e alimentos todos apresentam oportunidades para garrafas e potes de PET barreira.

Pira também atribui o desenvolvimento do mercado de embalagens PET para a melhoria contínua na tecnologia. O desenvolvimento tecnológico está fornecendo soluções de barreira, melhorando formulações de resina, construindo máquinas mais rápidas e eficientes para processar PET, e criando soluções para enchimento à quente e enchimento asséptico de embalagem PET.

O estudo “O Futuro das embalagens PET para 2015: Previsões de Mercado Global” já está disponível. Para mais informações, contate stephen.hill@pira-international.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s